Parabéns Garfield!

Hoje é dia de parabéns! Há 34 anos, Garfield, o gato mais preguiçoso dos quadrinhos, era criado pelo americano Jim Davis.

Nos anos 70, Jim Davis escrevia uma tirinha, Gnorm Gnat, que não tinha boa recepção. Um editor disse que “a arte era decente, as piadas eram boas” mas não dava para o público se identificar com um inseto. Davis respondeu criando uma tirinha com um gato. O motivo para escolher o animal foi a falta de tirinhas estreladas por gatos, e também ter um personagem que pudesse criar merchandising.

Garfield estreou em 19 de junho de 1978. Tinha traços disformes, bochechas enormes e olhos pequenos. Já mostrava sarcasmo na sua primeira tira:

Preguiçoso, gordo, ranzinza e fanaaático por lasanha, e que detesta segundas-feiras, o gato laranja já foi publicado em 11 países e, segundo o jornal Folha de S. Paulo, fatura cerca de US$ 5 bilhões por ano em produtos patenteados, sendo 20% só no mercado nacional.

Garfield chegou ao Brasil em 1985 e tem duas tiras publicadas diariamente no jornal Folha de S. Paulo. Além disso, as histórias também saem em outros 2.570 jornais de todo o mundo.

E qual seria o segredo do sucesso do personagem que tem suas histórias lidas por cerca de 260 milhões de pessoas por dia? De acordo com Jim Davis, é porque ele não passa de “um come e dorme”.